Direto da Jureia: artesanato feito de caixeta

O grupo Criqué Caiçara produz enfeites e utensílios com caixeta, árvore nativa da mata Atlântica.

01-direto-da-jureia-artesanato-feito-de-caixeta

 (/)

Em 1986, a comunidade caiçara da Jureia, no litoral de São Paulo, perdeu o direito de viver em seu território quando um decreto do governo estadual transformou o lugar em estação ecológica. Desde então, essas famílias lutam para manter-se unidas e preservar sua cultura: dançam fandango, tocam rabeca e manuseiam a caixeta, árvore nativa da mata Atlântica, ao produzir artefatos domésticos. Com o apoio de entidades não governamentais, o artesanato ganhou orientação especializada e virou fonte de renda por meio da marca Criqué (que signifca “coisa”) Caiçara. “Escolhemos elementos da foresta para incrementar a estética dos produtos”, conta a designer Paula Dib, uma das orientadoras dos artesãos, que agora recebem pedidos de todo o país.

02-direto-da-jureia-artesanato-feito-de-caixeta

 (/)

03-direto-da-jureia-artesanato-feito-de-caixeta

 (/)

04-direto-da-jureia-artesanato-feito-de-caixeta

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s