Eero Arnio: mostra em Helsinque resgata obra do arquiteto finlandês

Confira abaixo uma entrevista exclusiva com o criador da poltrona Tomato

DesignmuseumFinland_EeroAarnio_110416_2_photoByPaavoLehtonen

 (/)

A mostra Eero Aarnio – Designer of Color and Joy reúne móveis, luminárias e uma infinidade de objetos criados pelo célebre (e audacioso) arquiteto finlandês desde os anos 1950, quando elegeu as cores saturadas, os sintéticos e as formas orgânicas como a marca pessoal. A poltrona vermelha Tomato, a verde Pastille, a P&B Ball e a cadeira amarela Polaris estão lá. “O verdadeiro teste do tempo no design é se as ideias espertas de décadas atrás continuam conosco até hoje. O melhor exemplo é a roda”, diz, brincando. “É uma invenção que nunca envelhece e não há como torná-la melhor do que é.” Assim como a sua obra. Até 25 de setembro no Design Museum, de Helsinki.

1.O que é realmente essencial em design, e o que não resiste ao teste do tempo?

Afinal, o que as pessoas desejam ter? O verdadeiro teste do tempo para o design é observar se as ideias espertas de décadas ou séculos atrás continuam conosco na atualidade. O melhor exemplo disso é a roda; é uma ideia que nunca envelhece e não há o que ainda melhorar nela. Pessoas são diferentes umas das outras, assim como suas casas. Não existe um conjuntos de ideias ou projetos que vá servir para todo mundo, principalmente porque os desejos são extremamente individuais. Se você se sentir confortável em sua casa, então ela é perfeita.

2. Como você vê a questão da sustentabilidade, que se tornou uma preocupação constante do design?

Se um objeto é funcional, bem feito e bonito, ele vai conservar seu valor por muitas gerações, vai durar muito, e assim pode ser considerado sustentável, não importa se é tradicional ou moderno.

3. Por que, na sua opinião, o design escandinavo se tornou sinônimo de um determinado estilo, independente de sua origem geográfica?

O bom design escandinavo tende a resolver problemas e produzir objetos funcionais sem seguir antigas tradições baseadas em estilo ou em determinado período histórico. Eu, por exemplo, prefiro criar produtos que não representem nenhuma nacionalidade em especial, ao contrário, que sejam universais com uma pitada de humor e alegria de viver. Produtos que, além da estética e da funcionalidade, façam você se sentir bem.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s