Kartell abre mais três lojas no Brasil

As cidades escolhidas foram Santo André, na grande São Paulo, Recife e Curitiba.

A tradicional marca italiana, criadora dos móveis de acrílicos mais desejados do mundo, acaba de abrir três novas lojas por aqui. Para a ocasião, a diretora de marketing e vendas da Kartell Lorenza Luti veio ao Brasil e falou com exclusividade à CASA CLAUDIA na flagship da Al. Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo.

Kartell no Brasil

 (/)

Vocês acabaram de lançar três novas flagships por aqui. O Brasil é um mercado promissor?

Sim, é claro. Para nós, o Brasil é o melhor mercado da América do Sul. Surgiram grandes talentos e coisas muito boas na América do Sul nos últimos dez anos, mas o Brasil é o país número 1. Nós começamos há muito tempo atrás aqui, há dez anos com essa flagship (Al. Gabriel Monteiro da Silva), quando nós ganhamos uma pequena casa da Kartell. E nos últimos dois ou três anos, nós começamos a abrir mais lojas, como nós normalmente fazemos ao redor do mundo, escolhemos as cidades mais importantes. Então, vieram as lojas do Rio, Santos, Goiânia e agora, nessa semana, em Santo André, Recife e Curitiba. E eu estou muito feliz por isso.

Kartell no Brasil

 (/)

Que peças são mais vendidas no Brasil?

Eu acho que as peças mais vendidas aqui são as mesmas ao redor do mundo. No momento, o produto best-seller é a Master Chair, de Philippe Starck, que lançamos há três anos atrás.

Kartell no Brasil

MUSEO KARTELL A NOVIGLIO (/)

Quais as novidades da Kartell para o próximo ano?

Muitas! Em todos os anos nós temos um crescimento da coleção porque para nós fazer novos produtos é muito importante. Teremos novidades especialmente na grande família feita por Philippe Starck, que nós vamos apresentar no Salão do Móvel de Milão em abril. E para nós será também um grande desafio de tecnologia, pois vamos produzir um sofá que será a maior peça já moldada em um único bloco e terá com 28 quilos. A máquina é enorme. Para a Kartell será um grande investimento em termos financeiros. Também teremos novidades com outros designers. Ferruccio Laviani terá novas luminárias lindas. Patricia Urquiola com uma nova poltrona. Nós teremos Tokujin Yoshioka e muito mais. Uma parte de nossos novos projetos é sobre nossa distribuição, com a abertura de novas lojas. Estamos consolidando a marca e tentando torna-la ainda mais poderosa, principalmente em países fora da Europa. No próximo ano também vamos comemorar os 65 anos da Kartell, os 15 anos da luminária Bourgie e 15 anos do Museu Kartell. Nós teremos uma mostra bastante divertida sobre a luminária Bourgie, onde outros designers vão desenhá-la como eles quiserem.          

Kartell no Brasil

 (/)

Algo especial para o Brasil?

No ano que vem provavelmente vamos trazer a mostra da Bourgie para o Brasil na época da Copa do Mundo, em São Paulo ou no Rio de Janeiro. E eu gostaria de falar com os museus para trazer a coleção da Kartell durante a comemoração dos 65 anos.

E sobre os designers brasileiros? Vocês gostariam de ter alguém com a Kartell?

Não tivemos a chance ainda, mas estamos bastante abertos para analisar outros designers. Eu adoro ter designers do exterior porque eles trazem suas paixões, sua personalidade e suas influências culturais. Seria muito bom e eu ficaria muito feliz de falar com designers brasileiros.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.