Minha avó tinha: móveis e objetos vintage são tendência

Móveis e objetos de época são uma forte tendência na decoração. Com equilíbrio, vintage e contemporâneo podem viver em harmonia.

Não é de hoje que o uso de peças vintage – termo que se refere a itens autênticos – vem ganhando espaço na decoração. “Essa tendência se reflete na indústria moveleira, inclusive. Há muitos lançamentos inspirados em modelos de época”, afirma Teo Vilela, da Loja Teo, em São Paulo. Mas, em vez de apenas modismo, a tendência promete ter vida longa, como acredita o arquiteto Maurício Arruda, à frente de um escritório na capital paulista: “A aposta no mobiliário antigo mostra o amadurecimento do consumidor brasileiro, que começa a reconhecer e apreciar a história desses produtos”.

Saiba como apostar no estilo

✓ Antes de ir à loja ou à feira de antiguidades, visite os armários e baús da família – o que tem história traz um charme a mais.

✓ Misture épocas. “O segredo é mesclar itens antigos e modernos”, explica Maurício Arruda.

✓ Não hesite em exibir os efeitos do tempo. “O veludo desgastado fica mais bonito do que o novo”, avalia Fábio Souza, do antiquário paulistano À La Garçonne.

✓ “Móveis dos anos 1950 estão entre os mais valorizados”, afirma Teo Vilela. Quanto aos acessórios, ele recomenda apostar nas décadas de 1960 e 1970: “Muito coloridos, dão vida ao ambiente”.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.