O banco R540 e outros móveis do Fetiche Design para Casa

As criações instigantes dos designers Paulo Biacchi e Carolina Armellini.

Durante uma brincadeira de ligar os pontos com a sobrinha, os designers industriais Paulo Biacchi e Carolina Armellini perceberam que poderiam criar um produto diferente. Experimentaram tramas, escalas e materiais até chegar ao banco R540, um marco na carreira do casal, que se conheceu há 12 anos na Universidade Federal do Paraná e comanda o estúdio Fetiche Design para Casa desde 2008. “O sucesso do R540 mostrou um mercado aberto para as propostas vanguardistas”, diz Paulo. A inovação e a liberdade criativa, por sinal, são os preceitos que eles defendem como a alma do negócio. “Esses são os pontos-chave para o desenvolvimento de uma empresa e até mesmo de um país”, defende Carolina. Além de desenhar, a dupla produz e comercializa suas criações, que, de tão inventivas, conquistaram importantes lojas no Brasil, prêmios de design e até projeção internacional.

* largura X profundidade X altura.

Entrevista:

Além de desenhar, produzir e distribuir as coleções da Fetiche Design para Casa, Paulo Biacchi e Carolina Armellini também assinam peças para outras empresas.

Como está a produção da Fetiche Design?

No ano passado, conseguimos nos firmar como estúdio de design e como marca. Lançamos três coleções: a Pai João e a Vergalho, de móveis, e a Crua, de luminárias. Tivemos uma repercussão grande no Brasil e fora daqui, o que levou nossos produtos a exposições na Inglaterra e na Bélgica.

Que projetos vocês estão tocando atualmente?

Fora as peças para nossa marca, vamos criar as áreas comuns de um prédio em Curitiba, novos desenhos de vasos para a Holaria Cerâmica Contemporânea, um projeto para o MAM-SP, que ainda é segredo, e uma coleção exclusiva de móveis para uma exposição coletiva, em Paris, no segundo semestre. Desenhamos também móveis para a Schuster e a Clami, uma luminária para a La Lampe e espelhos para a Artimage. Queremos aindaaumentar nossa capacidade de produção em 2013 e 2014, visando a exportação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s