Rio + Design: alguns destaques e tendências

Confira abaixo quais foram os destaques da semana de design no Rio de Janeiro. 

Durante cinco dias – entre 5 e 9 de novembro -, o Rio de Janeiro se transformou na sede de uma intensa programação ligada ao Design, com lançamentos de produtos, palestras e muito agito espalhado pela cidade. Várias lojas celebraram a ocasião com mostras paralelas, como a que homenageou a trajetória de Sergio Rodrigues, montada no Arquivo Contemporâneo de Ipanema. E diversos ateliês abriram as portas para o público em áreas off-zona sul, como a fábrica da Bhering, o Porto Maravilha e a região da Lavradio-Tiradentes. Todos polos criativos alternativos, e lotados de novos talentos.

Selecionamos aqui alguns destaques do evento, que apresentou ainda a exposição “Rio + design”, reunindo 60 participantes, no Jockey Club. Ali, móveis, luminárias, jóias e até um pequeno robô fizeram parte da mostra, organizada pelo estado do Rio em parceria com a Firjan.

Um programa completo, com inspiração para todos os gostos. Dê uma olhada:

* Entre as palestras que lotaram a arquibancada do Jockey Club, uma das mais concorridas foi a da arquiteta Bel Lobo (ex-apresentadora do programa Decora do GNT), que falou sobre o lançamento da linha de móveis e objetos para escritório, toda em madeira pinus, desenhada com exclusividade para a Tok & Stok. Para ela, a limpeza de formas e o uso de materiais extremamente simples e, muitas vezes, pouco valorizados, podem ser a chave para viabilizar um design mais acessivel. “Quanto menos frescuras, melhor”, aponta ela.

* Adélia Borges, ex-diretora do Museu Casa Brasileira, falou sobre a importância da promoção de exposições sobre o tema: “É a forma mais eficiente de difundir a cultura do design. O espectador tem que ser alfabetizado visualmente”, afirma ela. O “X” da questão, a seu ver, é entender que o design está presente em tudo que cerca o cotidiano das pessoas. “Nada de limitar esse conceito apenas a cadeiras ou luminárias. Tomo muito cuidado de incutir, nas pessoas, a noção de que design é algo muito maior e mais abrangente”, completa.

*”O design pode melhorar muito a vida das pessoas na cidade, na convivência diária com o espaço público”. Essas palavras, do designer Martin Wolfsonm, responsável por criar o novo mobiliário urbano de Buenos Aires, resumem um pouco do seu trabalho: ele é mestre em transformar desde simples pontos de ônibus até postes, sinalizações de rua e bicicletários, em símbolos fortes, que traduzem fielmente a identidade do local e do cidadão que vive ali. “Um espaço público bem-pensado traz a seus habitantes a sensação de pertencimento. É um exercício de cidadania e precisa ser concebido de forma customizada e particular. Cada caso é um caso. De certo modo, a globalização, aqui, não funciona”, afirma ele, que aponta Barcelona como uma das cidades com mobiliário urbano especialmente interessante.

* Na exposição montada no Jockey, uma seleção das produtos, lançados pelos principais escritórios cariocas , ocupou o espaço de 400m2, na sétima edição da Rio + Design, promovida pelo governo do estado, em parceria com a Firjan, Sebrae, Sigraf e 99designs. O total de 115 peças incluiu desde móveis, a jóias, aparelhos de ginástica e até um robozinho que ajuda a retirar petróleo do fundo do mar. Destaque para algumas peças interessantes, como a cadeira Joaquim, de Bernardo Senna, lançada pela Arteforma do Sul; a mesa Nômade, com tampo de madeira de seringueira, criação de Fernando Jaeger, o banco Ratoeira da Em2 e a luminária Ouriço, de Angela Carvalho, montada com cúpulas de cabaças by Monica Carvalho. A poltrona Galante, de Eduardo Baroni, também chamou a atenção com suas linhas clássicas, assim como as peças da Lattoog, que incluíram a bela poltrona Netoia e a Tangelina, essa última inspirada no mix da Bowl de Lina Bo Bardi com a estrutura de uma tangerina. O banco Sela de Ricardo Graham, do Ebanista, fez bonito, exposto em diferentes tipos de madeiras tropicais. O studio Zanini apresentou a linha Riva, com jarra e cortador de pizza de linhas retas e limpas, recortados em aço inox.

* Na Bhering, além da MOOC (Móvel Objetos e outras coisas), loja conceito de Bel Lobo, que trouxe a montagem de toda a linha lançada por ela para a Tok & Stok, cerca de 50 ateliês instalados ali abriram suas portas apresentando novidades. O F Studio arquitetura + design, formado pelos arquitetos mineiros Fernando Fernandes, Flavia Araujo e Felipe Vargas, mistura ferro (a estrutura tubular, tingida de tons fortes) com concreto, madeira e estofados, desenhando mesas, luminárias e sofás com visual descolado.

* Oitis55, no Baixo Gávea: Esse sobrado, na bucólica rua dos Oitis, foi um pequeno polo com vários expositores e um clima dos mais simpáticos. Ali, a Oba! apresentou sua estante-árvore no quintal, e o Estúdio Baobá trouxe a linha de bicicletas, carros para crianças e ainda a caminha e estante da linha “Quarto sem berço”. Também estiveram presentes a Bolei, Luz Carioca, Macapu, Biofuton, Oficina Itsu, O Formigueiro, O Ebanista e Pedro Braga Design. Gustavo Bittencourt trouxe do seu atelier, na serra, o banco Era uma casa, recém-lançado. Bem próximo dali, no Jardim Botânico, a loja da Oba! montou uma galeria com exposições dos artistas Gabriel Oliveira (diretor de criação da Farm) e de Vitória Frate. E, na atelier do Fernando Jaeger, novidades coroaram o circuito off-Jockey, além da disputada palestra dele sobre processo criativo, desenvolvimento de produto e o uso de materiais alternativos.

* Em Ipanema, várias lojas desenharam o espaço especialmente para o evento. A Finish trouxe mesas e cadeiras de Jader Almeida e peças de Jacqueline Terpins para dar um molho luxuoso na arrumação do espaço. A Novo Ambiente apresentou, em primeira mão, o banco Bigorna de Zanini de Zanine e montou uma vitrine temática com a poltrona Fago, que recebeu o IF Design 2011. Na Olhar o Brasil de Chicô Gouvêa, a brasilidade é tema e estampa de novas almofadas e móveis.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s