Ateliê em São Paulo permite que você crie o seu próprio terrário

O Jardim SP abriu uma loja-ateliê em Higienópolis onde as pessoas podem escolher cada detalhe do seu pequeno jardim

 (Renan Viana/Jardim SP)

Roger Evangelista fez seu primeiro terrário aos 12 anos, em uma aula de biologia. Mas jamais imaginava que esse seria seu ofício e lazer anos depois. Mais recentemente, após ter largado uma carreira como executivo de multinacional, ele fez um terrário para um amigo e deu supercerto. Sua habilidade e gosto pelas plantas virou negócio, o Jardim SP, que, recentemente, inaugurou uma loja-ateliê no bairro de Higienópolis, em São Paulo – há também outras duas lojas, uma na Rua Augusta e outra na Praça Benedito Calixto.

 (Renan Viana/Jardim SP)

A diferença do endereço na Rua Piauí é que ali os clientes podem (e devem) criar! “As pessoas poderão escolher cada detalhe do seu terrário: vidros, plantas, pedras, objetos. Tudo será customizado do jeito que cada um sonhar”, diz Roger, fazendo jus ao seu slogan: “um jardim para chamar de seu”. O espaço também oferece outros objetos ligados ao mundo da jardinagem, peças garimpadas pelo próprio Roger.

 (Renan Viana/Jardim SP)

O décor da loja segue a tendência do urban jungle, com uma grande concentração de plantas por toda a parte. Além dos terrários, trepadeiras preenchem paredes e teto, um jardim de vasos com cactos e suculentas enche de vida outro cantinho e hangers espalhados por toda a parte completam o visual. “Desde que inauguramos, o ambiente já mudou muito. Essa sensação de loja viva é muito boa, a cada mês as plantas vão ocupando mais e mais espaço”, explica.

Veja mais imagens do local, que é o paraíso para os amantes de verde:

 (Renan Viana/Jardim SP)

 (Renan Viana/Jardim SP)

 (Renan Viana/Jardim SP)

 (Renan Viana/Jardim SP)

 (Renan Viana/Jardim SP)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.