Ciência e design em favor do bem-estar

O designer francês Mathieu Lehanneur coloca o seu talento a serviço de diversos segmentos, além do mobiliário, mas sempre com foco em um modo de vida mais saudável.

01-ciencia-e-design-em-favor-do-bem-estar

 (/)

O casal de empresários Sandra e Helio Bork recebeu o designer francês Mathieu Lehanneur e convidados na loja da Poltrona Frau, na terça-feira, dia 13 de agosto. Com um trabalho voltado para o bem-estar das pessoas, Lehanneur inova ao mesclar design, ciência, arte e tecnologia em seus projetos. Atencioso, ele conversou com a equipe de CASA CLAUDIA LUXO. Confira a entrevista a seguir e, abaixo, a galeria de fotos do evento.

 

Você já esteve no Brasil antes?

Eu estive no Brasil há dois anos atrás, quando dei uma palestra em Belo Horizonte, mais precisamente em Inhotim. Esse foi o meu primeiro contato com o país e essa foi a razão para que eu me aproximasse.

 

O que você achou de Inhotim?

Um lugar muito incrível! É uma espécie de mistura do MoMA, em Nova York, e da Disney no mesmo lugar, onde se pode ver crianças, adultos e idosos caminhando e dirigindo carros de golfe e obras de arte incríveis.

 

O que você conhece do design brasileiro?

Não é fácil para um designer falar de outros designers. Para mim, a principal força do Brasil vem progredindo há algum tempo, pois vocês sempre foram capazes de manter uma ligação com o artesanato, mas com a mente voltada para o futuro. Sempre com as mãos nos materiais e com a cabeça em processos modernos. Isso é um equilíbrio surpreendente no Brasil. Hoje, temos trabalhos como o dos irmãos Campana – eu os conheço muito bem – e gosto quando eles colocam suas mentes para trabalharem o que é moderno, para o futuro. Eu não acho tão interessante quando o trabalho permanece da mesma maneira em um processo diferente.

 

Como você mistura ciência e design e como começou a trabalhar com o bem-estar?

Há dois caminhos diferentes para se pensar sobre design: você pode somente se interessar pelo objeto e pela história e desenhar algumas peças e móveis que sejam inspirados em designers muito famosos nos anos 1950, 60 e 70. E em uma nova forma, é possível estar mais focado no usuário, no ser humano, e pensar em novas formas de viver. Eu uso a ciência como ferramenta, como uma forma de ser mais sensível e mais informado sobre as pessoas para as quais trabalhamos. Eu não quero trabalhar para uma cadeira, eu quero criar para as pessoas e para isso, eu preciso da ciência para me explicar como nós moramos, vestimos, pensamos e dormimos. Essa é a grande inspiração da história do design.

 

Em que projetos você está trabalhando neste momento?

Atualmente, estou trabalhando em um novo espaço em Boston, que vai ter galeria, shopping, auditório, café e restaurantes. Será um lugar onde cientistas, artistas e designers poderão conviver juntos. Boston está entre o MIT e a Universidade de Harvard, então, é um lugar pensado para pessoas inteligentes e que trabalham bastante com as coisas que gostam. Eu criei este espaço para atraí-los e facilitar a comunicação entre as universidades. Ao mesmo tempo, estou desenhando um barco para uma empresa italiana, estou trabalhando em mobiliários urbanos para um projeto em Paris e, em um projeto industrial, criando headphones e dispositivos de auto-falantes. Portanto, uma ampla variedade de projetos, onde eu tento ter clientes diferentes. Eu não quero trabalhar sempre com os mesmos sentimentos, com os mesmo tipos de pessoas. Eu tento expandir os limites do design e alcançar clientes e projetos maravilhosos.

 

Quais são seus planos para o futuro?

Meus planos para o futuro dependerá do sucesso e do que eu posso fazer para ter sucesso. E depende de você, dos usuários, dos clientes. Então, eu vou fazer o meu melhor para oferecer a melhor maneira de viver em melhores condições. Mas, eu não sou o único quem decide sobre meu futuro. Eu preciso de vocês.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s