David Chipperfield deixa de ser diretor artístico da Driade

O arquiteto britânico passou menos de dois anos à frente da marca italiana

 (Reprodução/Dezeen)

Após menos de dois anos, David Chipperfield deixou sua posição de diretor artístico da Driade. A marca de mobiliário italiana, fundada em 1968 por Enrico Astori, indicouo arquiteto britânico para o cargo em 2014, depois de quase ir à falência.

“A Driade estabeleceu um comitê criativo, composto por figuras principais do mundo do design, que vai guiar a definição do próximo estágio no desenvolvimento da companhia alinhado com a estratégia começada por David Chipperfield”, a grife contou ao Dezeen, que publicou a notícia. Ainda segundo a publicação, a parceria terminou em 2016.

À frente do escritório que leva seu nome, David Chipperfield é Comandante da Ordem do Império Britânico (Order of the British Empire) desde 2004, foi indicado como Royal Designer for Industry em 2006 e foi eleito para a Academia Real (Royal Academy) em 2008. Dentre suas premiações, recebeu a medalha Royal Gold Medal for Architecture do RIBA em 2011 e, em 2013, foi reconhecido pelo Praemium Imperiale da Japan Art Association.

VEJA TAMBÉM

Cobertura assinada por David Chipperfield com décor sofisticado

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s