Os planos do ganhador do Pritzker 2016 para a Bienal de Arquitetura

O chileno Alejandro Aravena, diretor da bienal, escolheu o tema “<em>Reporting from the front</em>” para o evento

Alejandro Aravena

 (/)

“Há muitas batalhas que precisam ser vencidas e muitas fronteiras que precisam ser expandidas para melhorar a qualidade do ambiente construído e, consequentemente, a qualidade de vida das pessoas”. É assim que Alejandro Aravena, diretor da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2016 e vencedor do Prêmio Pritzker deste ano, começa a explicar a escolha do tema Reporting from the front para o evento.

A proposta do arquiteto chileno é trazer ao público da bienal histórias e casos em que a arquitetura encontrou soluções apesar da escassez de materiais, pensou no benefício coletivo e serviu como atalho para a igualdade. Para isso, arquitetos, membros da sociedade civil, líderes e os pavilhões nacionais trarão suas experiências de trabalho sob pressão e condições difíceis, mas onde conseguiram melhorar a qualidade de vida naqueles ambientes.

A 15ª edição da Bienal de Arquitetura de Veneza acontecerá de 28 de maio a 27 de novembro.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.