Resíduos industriais em forma de mobiliário

A Micasa lançou ontem duas novas coleções da marca Meji, do designer Rodrigo Eldelstein, que dá um bom uso para materiais que seriam inutilizados. 

A inspiração para a marca Meji, do designer e empresário Rodrigo Eldelstein, vem de seu cotidiano industrial. A ideia de criar uma marca de mobiliário nasceu da vontade de reutilizar os resíduos da fábrica de sua família reduzindo o uso de recursos naturais. Com esse pensamento, Rodrigo lançou suas duas novas coleções na loja Micasa, em São Paulo. A Remake traz peças de madeira torneada dos anos1950 e 60 com aspectos estéticos industriais, representados pela tela metálica no lugar da palha tradicional. Já, a Fábrica aconteceu de forma inesperada com a iniciativa dos colaboradores de Rodrigo, que contagiados pelas novas possibilidades criaram por conta própria peças inteiramente construídas com sobras dos materiais com os quais sempre trabalharam. “Acreditamos que o bom desenho e uma relação mais próxima entre as pessoas envolvidas nos projetos que realizamos são fundamentais, e assim desejamos desenvolver o olhar e a autoanálise tanto de quem produz como de quem adquire e convive com nossos produtos e serviços”, diz o designer.  

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s