Prédio em Newark será o maior de madeira dos Estados Unidos

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

Anunciado nesta semana, o maior prédio de escritórios de madeira dos Estados Unidos será construído em Newark, Nova Jersey.

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

A construção, assinada por Michael Green Architecture, terá 46,5 mil metros quadrados e tem como objetivo melhorar o bem estar dos inquilinos e a sustentabilidade ambiental.

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

O projeto é parte do Riverfront Square, uma iniciativa que busca revitalizar o centro da cidade e será composta por espaços residenciais, comerciais, culturais e públicos.

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

A área de 4,7 hectares também contará com um hotel, escritórios, estacionamentos e o Riverfront Park, parque desenhado por James Corner Field Operations.

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

“Bons edifícios são bons vizinhos e prevemos um futuro sustentável, eficiente e arquitetonicamente impressionante para Newark”, disse Michael Green. Além de seu escritório, outros três estão envolvidos no Riverfront Square: TEN Arquitectos, Practice for Architecture and Urbanism, e Minno & Wasko Architects and Planners.

Comercial, a construção fará parte de um projeto que visa revitalizar o centro da cidade

 (Michael Green Architecture/Lotus Equity Group)

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.