The Cove é novidade luxuosa que honra as Bahamas

O resort, parte do complexo Atlantis Paradise Island, acaba de ser inaugurado levando mais luxo para a região.

Não é todo resort que pode se gabar de ter 600 quartos. É o caso do novo The Cove Paradise Island, que acaba de ser inaugurado entre as praias Cove e Paradise, nas Bahamas. A propriedade luxuosa ocupa uma área de cerca de 692.000 metros quadrados, tudo parte do complexo Atlantis Paradise Island. Como ele é formado pelos mais diversos tipos de hospedagem diferentes, o The Cove vem se firmar como um dos mais exclusivos da região.

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

Quem assina o projeto é Jeffrey Beers, expert no ramo, que honrou o oceano e o lugar que o hotel ocupa e, assim, desenvolveu um lobby ao ar livre e vasta área de piscina.

Para esse momento especial de inauguração, experiências e novidades foram preparadas para o local, tudo com as intenção de homenagear as tradições, a cultura, a culinária e o colorido das Bahamas e do oceano que contorna as ilhas.

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

É o caso do Sip Sip, restaurante originalmente em Harbour Island, que agora abre sua primeira extensão no local. O ponche de rum e a culinária “Caribterranean” caseira (um mix das Bahamas com a cozinha mediterrânea), marca registrada da chef bahamense Julie Lightbourn, podem ser encontrados por lá. “Meu marido e eu sonhamos em ter um lugar que fosse um autêntico legado da acolhedora hospitalidade de Harbour Island, que moradores da região e turistas frequentassem para uma refeição caseira inspirada nas Bahamas”, conta a chef. Mais um restaurante, o Fish by chef José Andrés, focado em frutos do mar, tem inauguração aguardada para fevereiro deste ano.

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

Outra iniciativa foi o convite da artista, designer de joias, tecidos e acessório Lulu DK, que transformou a piscina do Cove e suas cabanas em muito mais do que um espaço para descanso. Ela redesenhou todos os casulos com detalhes artesanais, fez arte em pranchas de surfe feitas sob medida e transmitiu a cultura local nos desenhos e tecidos utilizados em todo o ambiente.

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

E ainda teve mais espaço para a arte: o artista Antonius Roberts desenvolveu o Espaço Sagrado, composto por uma série de esculturas de mulheres dançantes, feitas com árvores da região, para resgatar a herança das ilhas. “Essa criação é um memorial histórico que reflete e incorpora minha filosofia pessoal sobre arte e como ela pode ser usada de forma interativa. Também envolve meu profundo interesse na conservação e preservação de nosso ambiente e as 700 ilhas das Bahamas”, declarou Antonius.

Veja mais dos ambientes com vista de tirar o fôlego para o oceano!

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

the-cove-bahamas

 (The Cove/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s