Apartamento tem arquitetura com pegada retrô e décor vintage

O arquiteto Mario Celso Bernardes conhecia este apê havia tempos. Até que teve um insight, quis comprá-lo e o deixou com a sua cara

Apartamento tem arquitetura com pegada retrô e décor vintage A parede do hall foi coberta com obras de Hércules Barsotti e Odetto Guersoni, entre outros.

A parede do hall foi coberta com obras de Hércules Barsotti e Odetto Guersoni, entre outros. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

O apartamento já era um velho conhecido do arquiteto Mario Celso Bernardes. “Quem vivia aqui era meu sócio, Antonio Ferreira Junior, que decidiu se mudar para outro apê no mesmo prédio e colocou esse à venda. Um dia, vim visitá-lo, entrei e tive um estalo. Senti uma energia boa, me vi morando nesse lugar e disse ao Junior para tirar a placa da imobiliária do portão do edifício”, lembra. Antes de trazer suas coisas, Mario Celso mexeu aqui e ali: aumentou a integração da sala com a cozinha (que também ganhou um piso mais claro), renovou a lavanderia e redesenhou armários e bancadas. Mas manteve o charme antiguinho do imóvel térreo de 160 m², construído no fm da década de 1940. “Os tacos do piso e as portas são originais”, orgulha-se.

Apartamento tem arquitetura com pegada retrô e décor vintage Suvenires da rainha Elizabeth II, vindos de Londres, dão um toque de humor à estante (Madeirart).

Suvenires da rainha Elizabeth II, vindos de Londres, dão um toque de humor à estante (Madeirart). (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

A pegada retrô da arquitetura tem tudo a ver com o estilo da decoração, cheia de toques vintage. “Não sou nada minimalista. Curto reunir muitos objetos e misturar referências. Minha casa conta histórias de viagens, de presentes que ganhei e mostra a minha personalidade. Sou brincalhão e expansivo”, resume.

Quarto com gallery wall Quadros da Urban Arts pendurados numa composição bem original chamam a atenção no quarto do arquiteto. Cama da Jocal e tapete da By Kamy.

Quadros da Urban Arts pendurados numa composição bem original chamam a atenção no quarto do arquiteto. Cama da Jocal e tapete da By Kamy. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Veja também

A receita para misturar bem tantas influências, Mario Celso não tem. “É feeling mesmo. Ao montar uma composição de quadros, começo por um e vou pendurando os demais em volta até ficar do jeito que gosto”, fala. Arte, aliás, é um de seus assuntos preferidos, e o acervo preenche grande parte das paredes.

Living Poltronas encontradas em Punta del Este, Uruguai, e um modelo de Jorge Zalszupin (Filter) compõem este canto.

Poltronas encontradas em Punta del Este, Uruguai, e um modelo de Jorge Zalszupin (Filter) compõem este canto. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Já o mobiliário e os objetos combinam design assinado com itens garimpados e heranças de família. “Acho bacana ter por perto peças com essência, como minha coleção de pinguins. Uma tia deu o primeiro, eu adorei e virou um hobby. Comprei alguns e ganhei outros”, diz. Quando abre as portas aos amigos, o arquiteto escolhe um vinho na geladeirinha retrô transformada em adega e prepara uma massa. Se a pedida for sair de casa, aproveita ao máximo a vizinhança do bairro Higienópolis, em São Paulo. “Essa região é incrível! Ao mesmo tempo que parece Nova York, onde se faz tudo a pé, tem um clima quase do interior. Você sai e conhece o atendente da farmácia, o pessoal da padaria…”

Geladeira retrô A Art des Caves transformou a geladeira antiga numa adega.

A Art des Caves transformou a geladeira antiga numa adega. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Veja também
Apartamento tem arquitetura com pegada retrô e décor vintage A cozinha tem ilha e bancadas de Silestone. A Cia. Vintage encapou a side by side da Brastemp, que ganhou esta carinha retrô.

A cozinha tem ilha e bancadas de Silestone. A Cia. Vintage encapou a side by side da Brastemp, que ganhou esta carinha retrô. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Apartamento tem arquitetura com pegada retrô e décor vintage É de Adriana Banf a escultura de cobre em primeiro plano. O calçadão de Copacabana na tela de Maria de Avellar decora o corredor dos quartos.

É de Adriana Banf a escultura de cobre em primeiro plano. O calçadão de Copacabana na tela de Maria de Avellar decora o corredor dos quartos. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s