Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

Teto, piso e paredes em concreto criam uma base neutra e bastante moderna para o projeto que priorizou a integração dos espaços

Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

O morador deste apartamento de 70 m² no bairro de Cambuí, em Campinas, São Paulo, desejava um décor no estilo industrial, bastante moderno, e com espaço para receber os amigos. Débora Vassão, que assina o projeto, optou por integrar as áreas e adicionar um espelho logo na parede da entrada, dando a sensação de amplitude.

Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

Logo ali, há uma bancada alta com banquetas, onde é possível fazer refeições e reunir os amigos de maneira descontraída.

Cozinha

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

“Para aumentar a cozinha, deixei a lavanderia escondida dentro de armários e optei por varais basculantes em marcenaria”, explica Débora. Uma bancada amarela ainda serve de apoio na hora de cozinhar e uma estrutura com futon perto da janela permite que o morador aprecie a vista da cidade e ainda esconde as condensadoras dos aparelhos de ar condicionado.

Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

Na área social, um móvel contínuo posicionado sob a janela serve para armazenamento e também funciona como banco para os convidados se acomodarem.

Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

O décor, de modo geral, conta com uma paleta de tons neutros e escuros. O concreto é a base para piso, teto e as paredes de tijolinhos. “A iluminação é toda feita em eletrocalha, com spots na cor cinza”, diz. O tapete com desenho gráfico ganha destaque na sala de TV e é uma das partes preferidas da arquiteta. “As arandelas pretas também dão um charme especial nesse cantinho”.

Apê de 70 m² com décor industrial e despojado

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

Optando por não usar alvenaria, a arquiteta separou a sala do quarto com um móvel aramado e porta em marcenaria. No cômodo, um armário espaçoso, como o cliente queria, e espelhos para dar amplitude. Parede de tijolinhos se repetem e a cabeceira em laca preta brilhante com estofado cinza dá contraste.

Quarto com parede de tijolinhos de concreto

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

No banheiro, destaque para o móvel baixo em laca vinho e o espelho com led.

Banheiro com parede de concreto

 (Guilherme Pucci/Débora Vassão)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s