Apê de 75 m² com décor leve e áreas integradas

Neste apartamento de 75 m² em São Paulo, o segredo para fazer o espaço crescer foi trabalhar com uma cartela de cores enxuta e derrubar paredes

O casal Fernanda Fischer e David Cohen procurava um lugar onde pudesse morar junto. “Compramos o apartamento ainda na planta. No dia em que a chave foi entregue, David me pediu em casamento”, conta Fernanda. Enquanto os dois planejavam a cerimônia, os arquitetos Lívia Fischer (irmã da moradora) e Gustavo Figueiredo quebravam a cabeça para ampliar o espaço no apê e resolver as áreas mal aproveitadas.

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

O projeto da dupla incorporou a varanda ao living e substituiu a parede da cozinha por um balcão – dessa forma, o ambiente também se abriu para a sala, que cresceu visualmente. Essas modificações atenderam ao desejo do casal de receber os amigos numa área integrada, com a possibilidade de cozinhar e conversar ao mesmo tempo.

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

“Assim todo mundo fica junto”, diz Fernanda. Outro ponto importante para garantir que os espaços parecessem maiores foi trabalhar com cores que não pesam. Tons de cinza – os preferidos do casal – quebram o domínio do branco. Aqui e ali, também surgem pontos de verde, usados para lembrar a natureza. O resultado ficou tão bacana que mexeu com os hábitos de David e Fernanda. “Éramos muito baladeiros. Mas depois da mudança estamos sempre por aqui. Ficamos mais caseiros”, afirma ela. “Tenho orgulho de dizer que meu apartamento é o mais bonito do prédio.”

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

O espelho com apliques azuis (Efeito Cristal) duplica visualmente a sala de jantar. Trazido de viagem, o lustre de Tom Dixon ganhou destaque no décor. Na sala, sofá da Breton e almofadas da Codex Home. As duas mesinhas laterais vieram da Kmm Design. Luminária de Jader Almeida.

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

Na cozinha, os armários foram desenhados pelos arquitetos e executados pela Madecor Móveis. Os ladrilhos hidráulicos geométricos são da Dalle Piage. O móvel preto, também produzido sob medida, serve como bar e acomoda uma miniadega. Piso de taco palito de tauari. Preso à cabeceira, o criado-mudo parece flutuar. O recurso cria profundidade e deixa o ambiente mais leve.

 (Cacá Bratke/Revista CASA CLAUDIA)

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s