Apê paulistano cheio de referências escandinavas

O hygge - conceito dinamarquês que preza pelo conforto - permeia os ambientes da casa da cônsul da Dinamarca no Brasil

Eva na sala de TV, sentada no sofá do dinamarquês Erik Jorgensen, arrematado num leilão. O mapa do Brasil veio da embaixada dinamarquesa. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Desde criança, Eva Bisgaard convive com o hygge – muito antes de a palavra ganhar fama internacional.

A poltrona de Jaime Hayon, da grife dinamarquesa Fritz Hansen, parece pronta a abraçar. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Os conceitos do movimento sempre fizeram parte do seu dia a dia, e se refletem tanto na casa que ela mantém em Copenhague quanto no apê paulistano, onde vive com o marido e as duas filhas pequenas.

Cadeiras de Hans Wegner rodeiam a mesa de jantar de Borge Mogensen. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

“A informalidade do meu apartamento resume a principal característica desse lifestyle. É um lar de verdade, com bastante luz natural, pensado e feito para ser usado e vivido”, diz a cônsul da Dinamarca no Brasil.

Almofadas costuradas por Eva decoram o canto de leitura. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

O do it yourself – peça-chave na filosofia escandinava – está entre as paixões da diplomata. Em sua máquina de costura, Eva produziu cortinas, almofadas e até a capa do sofá.

Bichos de madeira criados por Kay Bojesen. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

Além de estimular o consumo sustentável, o hygge valoriza também tudo aquilo que remete a histórias pessoais, e isso transparece nos móveis reunidos no décor, já que grande parte deles foi herdada ou comprada em leilões.

Candelabros de Jaime Hayon. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

“Como mudamos de país com frequência, faço questão de levar essas peças na bagagem. Dessa maneira, posso até estar num lugar desconhecido da porta para fora, mas, dentro de casa, me sinto num território familiar, e isso já me traz um grande conforto.”

Poltronas de Hans Wegner convivem com a cestaria brasileira. (Gui Morelli/Revista CASA CLAUDIA)

(Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s