Apê paulistano marcado pelas curvas e cores

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade à este apartamento em São Paulo

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Sofá de camurça (Paschoal Ambrosio), tapete de seda (Clatt), luminária do Studio David Weeks (Firma Casa) e mesa de centro de Warren Platner (Casual). À esquerda, sobre o aparador, obra de Odetto Guersoni (Loja Teo).

Sofá de camurça (Paschoal Ambrosio), tapete de seda (Clatt), luminária do Studio David Weeks (Firma Casa) e mesa de centro de Warren Platner (Casual). À esquerda, sobre o aparador, obra de Odetto Guersoni (Loja Teo). (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

Faz um ano que o casal de médicos se mudou para este apartamento, num prédio dos anos 1970, no bairro dos Jardins. Apesar de já ter dividido o teto em outro endereço, a nova casa, de 200 m², proporcionou algo inédito a eles: montar um espaço com o estilo dos dois.

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Obras de Luiz Martins (Verve Galeria), tapete de couro (By Kamy) e poltrona de feltro azul de Hans Wegner. O sofá ganhou linho da Artefacto.

Obras de Luiz Martins (Verve Galeria), tapete de couro (By Kamy) e poltrona de feltro azul de Hans Wegner. O sofá ganhou linho da Artefacto. (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

“Da outra vez, ele veio morar comigo e já estava tudo decorado de acordo com o meu gosto. Agora, como tomamos as decisões em conjunto, os ambientes refletem a personalidade de ambos”, comenta um dos moradores, que é cirurgião plástico.

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Vaso de Murano da Tania Bulhões.

Vaso de Murano da Tania Bulhões. (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

Para desenhar o projeto, os proprietários contrataram a mesma dupla que assinou a decoração do apê de um amigo, pela qual eles se apaixonaram: a arquiteta Nórea de Vitto e o designer de interiores Beto Galvez.

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Detalhe da divisória do hall. Ao fundo, bancos de Tom Dixon (Firma Casa), aparador e poltrona da Loja Teo. O quadro azul é de Victor Vasarely, e os P&B, de Judith Lauand, Lothar Charoux e Hércules Barsotti (em sentido horário).

Detalhe da divisória do hall. Ao fundo, bancos de Tom Dixon (Firma Casa), aparador e poltrona da Loja Teo. O quadro azul é de Victor Vasarely, e os P&B, de Judith Lauand, Lothar Charoux e Hércules Barsotti (em sentido horário). (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

Entre as principais transformações da reforma, que durou cerca de um ano, Beto destaca a eliminação de um dos três quartos para criar o closet (anexo à suíte do casal), a abertura da cozinha para a sala e a incorporação do hall do elevador ao espaço interno (com direito a uma divisória linda feita de vidro e metal).

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Mesa da Atrium, cadeiras da Dpot e poltrona de couro de Sergio Rodrigues (Loja Teo).

Mesa da Atrium, cadeiras da Dpot e poltrona de couro de Sergio Rodrigues (Loja Teo). (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

“Deixamos os espaços mais amplos e fluidos”, explica o designer de interiores. Dentro da mesma ideia, foram usados poucos móveis, para manter a circulação livre, e o piso ganhou um visual uniforme: placas de cerâmica espanhola de 1,20 x 1,20 m cobrem a área social.

Veja também
Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Arranjo feito por Praid Picarelli.

Arranjo feito por Praid Picarelli. (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

No décor, Nórea e Beto privilegiaram os móveis com pegada vintage e desenho curvo para contrastar com as linhas retas da arquitetura. Um detalhe interessante é que todas as peças foram compradas especialmente para a nova casa, com exceção de duas luminárias dos anos 1970 da Dominici, que pertenciam ao casal.

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo No lavabo, bancada de mármore grigio armani e espelho da linha Butik, assinada por Nórea e Beto.

No lavabo, bancada de mármore grigio armani e espelho da linha Butik, assinada por Nórea e Beto. (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

“O que tínhamos antes ou não combinava com o projeto, ou não possuía a proporção ideal. Por isso, doamos bastante coisa”, diz o outro morador, especializado em medicina ortomolecular. As cores são mais uma grande sacada da decoração: os tons neutros, como preto, cinza e branco, predominam, pontuados por detalhes caramelo e diversos azuis, responsáveis por iluminar os ambientes.

Móveis de linhas arredondadas e tons de azul e caramelo dão personalidade a este apartamento em São Paulo Na suíte, cama (Paschoal Ambrosio) revestida de camurça (Regatta), poltrona vintage (Loja Teo), roupa de cama da Trousseau e tapete da Botteh. O painel é de
freijó lavado.

Na suíte, cama (Paschoal Ambrosio) revestida de camurça (Regatta), poltrona vintage (Loja Teo), roupa de cama da Trousseau e tapete da Botteh. O painel é de
freijó lavado. (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

“O pé-direito alto e a boa entrada de luz natural nos conquistaram de cara. É muito bom ver que as mudanças potencializaram essas qualidades”, finaliza o cirurgião.

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.