Casa em Trancoso com décor artsy tropical

Uma explosão de cores vibrantes recebe de braços abertos os visitantes desta casa, numa das áreas mais hypes da cidade no litoral sul da Bahia

Casa em Trancoso com décor artsy tropical O azul da fachada aparece iluminado pelo sol

O azul da fachada aparece iluminado pelo sol (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

O charme natural da Bahia tem um atrativo extra em Trancoso: o conjunto de construções coloridas erguidas ao redor da Igreja São João Batista dos Índios no século 16. Localizadas no Quadrado, praça que forma o centro histórico do vilarejo, elas parecem não sentir o avanço do tempo – e, inclusive, melhoram com o passar dos anos.

Casa em Trancoso com décor artsy tropical Piso, paredes e até o forro exibem combinações inusitadas. Poltrona e almofadas da Uxua Home e quadro de Marcelo Cipis

Piso, paredes e até o forro exibem combinações inusitadas. Poltrona e almofadas da Uxua Home e quadro de Marcelo Cipis (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

Que o diga a Casa das Artes, esta joia que o holandês Wilbert Das, do grupo Uxua Casa Hotel & Spa, restaurou pensando na turma que prefere curtir Trancoso hospedado numa antiga casinha de pescador (mas tendo à disposição mimos como um concierge).

Casa em Trancoso com décor artsy tropical Quando chega a noite, a bancada da cozinha aberta é iluminada pelo pendente da Cipó da Mata, de Trancoso

Quando chega a noite, a bancada da cozinha aberta é iluminada pelo pendente da Cipó da Mata, de Trancoso (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

Quem fica aqui, além de aproveitar a praia, pode ver de perto as combinações originais propostas pelo designer. “Quis montar um espaço inusitado e diferente de todos os outros existentes nos arredores”, explica ele. Wilbert, de fato, conseguiu: as cores mais variadas aparecem no projeto, valorizadas pela luz natural, que entra sem pedir licença.

Casa em Trancoso com décor artsy tropical A escultura indígena, que representa um cocar, enfeita este trecho do corredor

A escultura indígena, que representa um cocar, enfeita este trecho do corredor (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

Além da cartela capaz de misturar azul, verde, vermelho, amarelo e rosa num mesmo ambiente, chama a atenção o mix de peças únicas de mobiliário e obras de arte, assinadas tanto por artesãos nativos quanto por nomes conceituados – em sua maioria, as criações nasceram no programa de residência promovido pelo Uxua desde 2009, no qual artistas do mundo inteiro são convidados a produzir objetos tendo o vilarejo como inspiração.

Casa em Trancoso com décor artsy tropical Nos fundos da casa, o deque de madeira construído no jardim oferece um chuveirão e uma banheira antiga para se refrescar ao ar livre. A cadeira está a postos quando a ideia é lagartear por ali

Nos fundos da casa, o deque de madeira construído no jardim oferece um chuveirão e uma banheira antiga para se refrescar ao ar livre. A cadeira está a postos quando a ideia é lagartear por ali (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

O terreno, de 550 m², conta ainda com um pátio, em frente ao living, voltado para a badalação do Quadrado. Nos fundos, oferece a tranquilidade de um jardim cercado por pés de cacau. Ali, a banheira abraçada pelo deque de madeira e a varanda coberta, equipada com mesa de jantar, sofá e rede, sugerem relaxar no melhor estilo baiano.

Casa em Trancoso com décor artsy tropical No banheiro, predomina o verde. O piso de cimento queimado se espalha pela casa toda

No banheiro, predomina o verde. O piso de cimento queimado se espalha pela casa toda (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

Veja também
Casa em Trancoso com décor artsy tropical Neste canto da cozinha, o umbral da porta ganhou destaque com o amarelo vibrante.
Os quadros e a cadeira são da Uxua Home

Neste canto da cozinha, o umbral da porta ganhou destaque com o amarelo vibrante.
Os quadros e a cadeira são da Uxua Home (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

Casa em Trancoso com décor artsy tropical Para criar esta pintura na parede do quarto principal, o designer se inspirou nas casas de Burkina Faso, país no continente africano. O azul dos grafismos geométricos reaparece no tecido sobre a cama – já o dossel garante um toque acolhedor ao ambiente

Para criar esta pintura na parede do quarto principal, o designer se inspirou nas casas de Burkina Faso, país no continente africano. O azul dos grafismos geométricos reaparece no tecido sobre a cama – já o dossel garante um toque acolhedor ao ambiente (Tuca Reinés/Revista CASA CLAUDIA)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s