Casa reúne peças assinadas e muito charme no interior de SP

Fã de móveis assinados, a moradora foi à Itália buscar as peças que compõem o cenário perfeito desta casa na Serra da Mantiqueira

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

Do tipo de pessoa que não mede esforços para ter uma casa com a sua cara, a dona deste refúgio em Campos do Jordão (SP) encarou uma maratona e tanto: foi até Milão, na Itália, e percorreu inúmeros estandes do Salão do Móvel – a maior feira de mobiliário do planeta, com mais de 1,4 mil expositores – para conferir in loco as novidades em design assinado e escolher as que usaria em seu canto de lazer na Serra da Mantiqueira.

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

Com a viagem, a empresária uniu o útil ao agradável. “Esse já é o nosso terceiro projeto juntas. Ao longo dos anos, ela foi se apaixonando por design, a ponto de querer nos acompanhar em feiras e ver lançamentos”, conta a arquiteta Paula Abbud, que assina o projeto com Denise Aguilar. A casa de 750 metros quadrados mostra que a curadoria foi das melhores: há peças de Fernando e Humberto Campana, Philippe Starck, Paola Navone, Patricia Urquiola e outras estrelas.

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

O amor da empresária pela casa não se limita ao décor. “Fomos chamadas para fazer uma pequena reforma e, no final, ampliamos tudo, incluindo a área de lazer e o anexo de hóspedes”, fala Denise. Na construção principal, as arquitetas mantiveram os revestimentos e a estrutura original da sala, de pedra e madeira, mas o interior foi todo transformado e ocupado pelo novo mobiliário.

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

São essas peças – e também as obras de arte, escolhidas a dedo pela moradora – que trazem toques de cor à arquitetura rústica. “É bonito como às vezes o pôr do sol, visto pelos janelões do estar, tem o mesmo tom de laranja da poltrona Radar (de James Irvine, colocada junto aos sofás) e o azulado das cadeiras usadas na sala de jantar”, afrma Paula.

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

A paisagem dos arredores, a propósito, teve um papel fundamental na expansão da casa, já que outro pedido foi aumentar o jardim, criação do paisagista mineiro Luiz Carlos Orsini.

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

 (Evelyn Müller/Revista CASA CLAUDIA)

 

 (Divulgação/CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s