Cobertura carioca preza pelo minimalismo

As linhas minimalistas da arquitetura se afinam com o décor, que só tem os móveis essenciais

 (Denilson Machado/MCA Estúdio/Revista CASA CLAUDIA)

Os arquitetos Bruno Carvalho e Camila Avelar, do escritório carioca BC Arquitetos, têm por lema a máxima modernista “menos é mais”. Nessa cobertura na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a característica fez com que o apê ganhasse um visual bem urbano, apesar de estar a duas quadras da praia.

Na esquerda: O terraço da cobertura ganhou uma piscina elevada e um jardim vertical (Landscape). Balanço da Dedon (Collectania). Na direita, a área gourmet tem marcenaria de peroba-do–campo. Mesa da Tora Brasil e cadeiras da Dedon (Collectania).

Na esquerda: O terraço da cobertura ganhou uma piscina elevada e um jardim vertical (Landscape). Balanço da Dedon (Collectania). Na direita, a área gourmet tem marcenaria de peroba-do–campo. Mesa da Tora Brasil e cadeiras da Dedon (Collectania). (Denilson Machado/MCA Estúdio/Revista CASA CLAUDIA)

“Usamos um número reduzido de revestimentos, o que garantiu unidade ao projeto e deixou o visual clean”, explica Bruno. Além de dar um estilo totalmente novo ao dúplex, os moradores queriam repaginar a área de lazer, no piso superior, para receber os amigos e cozinhar.

A poltrona Jangada, de Jean Gillon, é a favorita da dona da casa. Ela faz par com o modelo Clad, de Jader Almeida. Mesa de centro Pétala, de Jorge Zalszupin.

A poltrona Jangada, de Jean Gillon, é a favorita da dona da casa. Ela faz par com o modelo Clad, de Jader Almeida. Mesa de centro Pétala, de Jorge Zalszupin. (Denilson Machado/MCA Estúdio/Revista CASA CLAUDIA)

“O apartamento ficou muito prático. Mesmo com uma filha recém-nascida, tenho uma rotina ágil”, conta Flávia Delbons, que engravidou durante a obra.

A sala de jantar, no andar de baixo, abriga encontros mais formais. Mesa e cadeiras do Arquivo Contemporâneo e luminária da Lumini. Ao fundo, obra de Waltércio Caldas.

A sala de jantar, no andar de baixo, abriga encontros mais formais. Mesa e cadeiras do Arquivo Contemporâneo e luminária da Lumini. Ao fundo, obra de Waltércio Caldas. (Denilson Machado/MCA Estúdio/Revista CASA CLAUDIA)

Com terraços nos dois andares, a cobertura é repleta de luz natural e o projeto favorece a integração com a área externa tanto em cima como embaixo. Já no décor, o mobiliário brasileiro, com peças modernas e contemporâneas, deixa clara a preferência dos proprietários por aquilo que é belo e atemporal.

O living também se abre para um terraço. Sofá da Finish e abajur da Poeira Design. Na parede, pintura que imita cimento queimado, feita por Stephane Javelle, e fotografia de Denilson Machado.

O living também se abre para um terraço. Sofá da Finish e abajur da Poeira Design. Na parede, pintura que imita cimento queimado, feita por Stephane Javelle, e fotografia de Denilson Machado. (Denilson Machado/MCA Estúdio/Revista CASA CLAUDIA)

 (Divulgação/Revista CASA CLAUDIA)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s